domingo, agosto 18, 2019
Início > Cidades > Aulas do curso de Educação Física são suspensas após ameaça de ataque à UFG de Jataí

Aulas do curso de Educação Física são suspensas após ameaça de ataque à UFG de Jataí

As aulas do curso de Educação Física da Universidade Federal de Goiás, regional Jataí, foram suspensas na noite desta terça-feira (2), depois que uma professora e um aluno foram ameaçados por um homem ainda não identificado. Suspeito afirmou que faria ataque ao curso em questão. Caso foi confirmado pela instituição e será encaminhado à Polícia Federal (PF).

Ao Mais Goiás, a assessoria da instituição, também conhecida como UFJ em referência ao nome da cidade, informou que o homem entrou na sala onde as vítimas estavam e iniciou uma série de perguntas sobre as atividades do curso, professores e alunos do local. Após isto, ele teria ameaçado fazer um ataque contra as pessoas do curso.

Por meio de nota (íntegra no final do texto), a universidade afirmou que as aulas foram preventivamente suspensas no momento da denúncia. Na ocasião, a Polícia Militar (PM) realizou rondas por todo o Câmpus na tentativa de encontrar o suspeito, mas ele não foi localizado. “Após as providências emergenciais, o relatório sobre o caso será encaminhado à Polícia Federal e solicitadas investigações sobre o acontecido”, diz trecho. As aulas serão normalizadas já nesta quarta-feira (3), com o reforço da segurança.

A assessoria alertou ainda para as Fake News propagadas depois do ocorrido. De acordo com a equipe, não houve ameaça com arma ou bombas como divulgado nas redes sociais.

Uma aluna, que não quis ser identificada, disse à reportagem que o autor das ameaças é ex-aluno do curso. Segundo ela, o rapaz também teria ido à Universidade na terça-feira (2) pela manhã. O suspeito teria arrancado o horário de aulas de um dos painéis do local. UFJ não confirmou se homem já possuiu vínculo com a instituição.

Outro caso

Este é o segundo caso de ameaça de atentado à Federal em dois dias. Na última segunda-feira (1º), a reitoria da Universidade Federal de Goiás (UFG) acionou as polícias Federal e Militar para investigar uma ameaça de atentado dirigida à instituição, via e-mail. O autor do correio eletrônico, que se identifica como Mohamed Almeida Comanetti, afirmou que entraria armado com dois revólveres calibre 38 nos prédios que abrigam os cursos de História e Filosofia para “exterminar todos os esquerdistas, homossexuais, fornicadores e negros ali no recinto”. Um inquérito foi instaurado pela Polícia Federal (PF) para apurar as circunstâncias da ameaça.

Confira íntegra da nota: 

Informamos que, na noite deste dia 02 de abril, um indivíduo não identificado ameaçou promover um ataque ao curso de Educação Física, fato esse que seu deu diante de duas testemunhas. Logo a seguir a equipe de segurança foi acionada e todos os protocolos de prevenção foram tomados no sentido de identificar a pessoa e coibir quaisquer ações perante a comunidade universitária. As aulas do curso de Educação Física foram preventivamente suspensas no momento da denúncia e foram realizadas rondas por todo o Câmpus Jatobá, mas o indivíduo não foi encontrado. Após as providências emergenciais, o relatório sobre o caso será encaminhado a Polícia Federal e solicitadas investigações sobre o acontecido. 

Por: Mais Goiás

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *