sexta-feira, julho 19, 2019
Início > Geral > Contra Lava Jato, políticos do PMDB articulavam suas próprias versões.

Contra Lava Jato, políticos do PMDB articulavam suas próprias versões.

No intuito de impedir que o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, colaborasse com as apurações da Operação Lava Jato, integrantes do alto escalão do PMDB estariam possivelmente se articulando em construir uma narrativa conjunta que atrelasse as defesas de Romero Jucá (PMDB-RR), senador e ex-ministro de Temer, do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) e de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do senado.

Segundo Machado, os três nomes do PMDB acima citados teriam recebido R$ 70 milhões da subsidiária da Petrobrás e se articulam para dificultar a ação de órgãos de controle. Há indícios da produção de documentos com o intuito de disfarçar os desvios da gestão de Sérgio Machado.

A Folha lembra que nem todos os áudios que motivam os pedidos de prisão foram divulgados pela Procuradoria Geral da República. Além das conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro, a PGR também conta com documentos que comprovam movimentação financeira.

Os valores das propinas teriam sido acertados com as empreiteiras diretamente por Sérgio Machado.

Para Rodrigo Janot (procurador geral da república), o pedido de prisão dos três envolvidos se faz necessário para um bom andamento das investigações. Janot coloca para o STF, caso não aceite o pedido de prisão, a alternativa do afastamento de Renan da presidência do Senado.

Segundo publicação da Folha, “Os procuradores também argumentam que os diálogos captados demonstram interesse do trio em mudar a decisão do Supremo que prevê a prisão de condenados a partir de segunda instância.” O jornal cita também um suposto pedido de Jandira Feghali (PCdoB-RJ) para que Sérgio Machado fornecesse ajuda para a sua campanha.

Texto elaborado com base em publicação da Folha de São Paulo

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *