domingo, maio 26, 2019
Início > Geral > Doentes crônicos e mulheres que deram à luz podem se vacinar contra H1N1 em SP

Doentes crônicos e mulheres que deram à luz podem se vacinar contra H1N1 em SP

Fernanda Cruz – Repórter da Agência Brasil

A campanha de vacinação contra a gripe, incluindo a H1N1, na região da grande São Paulo se estende hoje (18) para pessoas com doenças crônicas (cardiopatias, diabetes e hipertensão) e mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias. A meta é vacinar 80% do público-alvo, cerca de 3,2 milhões de pessoas.

As doses são aplicadas nas 451 Unidades Básicas de Saúde, das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, 87 unidades da Assistência Médica Ambulatorial também vão oferecer a vacina das 7h às 19h. A orientação aos doentes crônicos é levar uma receita do médico, identificando a doença por meio da Classificação Internacional de Doenças (CID).

Outros grupos – idosos, profissionais da saúde, população indígena, gestantes e crianças entre seis meses e cinco anos de idade – que começaram a ser vacinados na última segunda-feira (11) podem ainda tomar a vacina até o dia 30 de abril.

Balanço

O último balanço da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado na sexta-feira (15), aponta 886 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave atribuídos ao vírus Influenza este ano em todo o estado de São Paulo. Do total, 715 estão relacionados ao H1N1. Houve 96 mortes (91 delas por H1N1).

Desde o início da campanha de vacinação, que foi antecipada face ao aumento de casos de H1N1, 1,6 milhão de doses foram aplicadas. A vacinação atingiu 36% da cobertura do público-alvo previsto. De acordo com a secretaria, já foram imunizadas 396,2 mil crianças, 402,3 mil profissionais de saúde, 65,2 mil gestantes e 779,2 mil idosos.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *