sábado, agosto 24, 2019
Início > Política > Doyle, Dantas e Neves formam a trinca de confiança do governador Rollemberg

Doyle, Dantas e Neves formam a trinca de confiança do governador Rollemberg

20150307210113568709u

De personalidades distintas, eles nem sempre comungam da mesma opinião

Matheus Teixeira

Na composição do governo, Rodrigo Rollemberg (PSB) elegeu os auxiliares que podem falar em nome dele e têm a missão de articular a política do Palácio do Buriti — seja na relação com deputados e com a base aliada, seja com assessores. A versão brasiliense da troica é composta pelo mais poderoso dos secretários, o chefe da Casa Civil, Hélio Doyle; o presidente do PSB-DF e secretário de Relações Institucionais, Marcos Dantas; e o chefe de gabinete, Rômulo Neves, que ocupa a sala vizinha à do governador e trata diretamente da agenda do chefe do Executivo local. Às vezes, porém, eles discordam entre si.

Institucionalmente, como diz o próprio nome da pasta, é Dantas quem fica à frente das relações com os outros poderes e do diálogo com os movimentos sociais e as forças políticas. Como responsável pela agenda de Rollemberg, Rômulo tem muito contato com deputados e secretariado e assume o papel de porta-voz do socialista nas articulações. Comandante da principal área do governo, pela experiência e por contar com a confiança do chefe, Hélio é o terceiro escolhido para azeitar as relações e garantir a governabilidade.Eles veem os desentendimentos como naturais. Nos bastidores, a disputa por espaço da política se torna o assunto mais comentado. Desde que assumiu o GDF, o PSB não teve nenhuma reunião oficial. Militantes da sigla reclamam: após vários anos sonhando em governar Brasília, grande parte da legenda considera injusta a indicação de Doyle, um estranho no ninho socialista, para o principal posto da gestão.
Filiado há anos no PSB, Rômulo tem status de secretário e autoridade para dar ordem. Elevar o tom de voz e usar palavras de calão são características dele. Diplomata de carreira, é visto como uma cabeça privilegiada, inteligente. A personalidade forte de Rômulo, no entanto, nem sempre o permite concordar com Doyle, também irredutível de suas convicções. Jornalista, o chefe de gabinete costuma dar palpite sobre a comunicação do GDF — incumbência de Doyle.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *