quarta-feira, agosto 21, 2019
Início > Política > Governo conclui 40 obras financiadas com recursos do Banco do Brasil

Governo conclui 40 obras financiadas com recursos do Banco do Brasil

Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Entre elas está a pavimentação da nova via de acesso ao Parque da Cidade, na 912/913 Sul. Outras 26 intervenções no DF estão em fase de conclusão, e 31 encontram-se em execução

 

Mariana Damaceno, da Agência Brasília

Das 106 obras previstas no financiamento assinado pelo governo de Brasília com o Banco do Brasil em 29 de janeiro, 40 foram concluídas. Outras 26 têm porcentual de execução de 80% a 99%, e 31 encontram-se em andamento. Seis estão paradas por motivos como falta de licença ambiental, e apenas três precisam ser iniciadas.

Entre os empreendimentos finalizados, estão obras de remanejamento de linhas de água e esgoto no Riacho Fundo II, a construção de praças e calçadas em Santa Maria, a pavimentação da nova via de acesso ao Parque da Cidade (na altura da 912/913 Sul), a drenagem pluvial no Setor Bancário Norte e as ciclovias do Park Way, do Gama e de Sobradinho II. No balanço dos que estão em fase de conclusão, constam a restauração de trechos da DF-035 (entre a pista principal do Lago Sul e o Balão da Esaf), a execução da via de acesso ao Núcleo Rural Sobradinho dos Melos e a elaboração de estudos e projetos executivos para a readequação do corredor de transporte público do Eixo Oeste.

Até o momento, foram liberados R$ 260 milhões do montante acordado. Esse valor tem financiado projetos estratégicos além dos citados acima, como o reforço na estrutura dos viadutos dos Eixos L e W sobre a via S2, a recuperação do calçamento do Santuário Dom Bosco, a modernização de vias, a renovação do asfalto em regiões administrativas, a duplicação de ruas e a implementação de planos de acessibilidade, que preveem a construção de calçadas em concreto polido em diversos pontos do DF. Ainda há intervenções que visam à criação de uma política de estacionamento e à promoção do uso de bicicletas para deslocamentos diários.

Segundo a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Barreiro de Sousa Lemos, ciclovias e calçadas estão entre as prioridades. A recuperação asfáltica é outro ponto de destaque, que representa cerca de 20% das ações.

Esforço conjunto
As obras são de responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap).

Na manhã de sexta-feira (9), secretários e dirigentes de empresas públicas se reuniram com a secretária de Planejamento para discutir o balanço das intervenções. A ideia é unir esforços para acelerar a prestação de contas e garantir que a segunda parte do financiamento — R$ 240 milhões — seja liberada ainda este ano. Leany explicou que a prioridade será a continuidade dos projetos em execução, em especial os relacionados às ciclovias do DF e à recuperação de calçadas.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *