sexta-feira, novembro 16, 2018
Início > Saúde > Hemocentro leva unidade móvel para o Jardim América nesta sexta-feira

Hemocentro leva unidade móvel para o Jardim América nesta sexta-feira

Com capacidade para armazenar 1,8 mil bolsas de sangue, o Hemocentro Coordenador Estadual de Goiás Dr. Nion Albernaz (Hemoceg) só tem 220 bolsas em estoque, número atualizado no último dia 15 de janeiro. De acordo com o diretor administrativo Arione José de Paula, que esta a frente da instituição há cinco anos, os meses mais críticos durante o ano são janeiro, fevereiro, julho e dezembro devido as festividades e férias.

Para aumentar os estoques, uma grande campanha de sensibilização será realizada no Setor Jardim América, bairro mais populoso de Goiânia, nesta sexta-feira, 26 de janeiro, a partir das 8h. A unidade móvel estará na Rua C-136, em frente à sede do Seconci Goiás ( o Seconci Goiás (Serviço Social da Indústria da Construção), até às 16h, para receber doações dos trabalhadores da construção civil que estiverem na instituição e da vizinhança. O bairro abriga mais de 41 mil moradores, segundo dados da prefeitura.

A campanha conta com a mobilização do Seconci Goiás. “Nossa intenção é divulgar e sensibilizar as empresas, trabalhadores e a comunidade em geral para a importância da doação de sangue, que é um ato que salva vidas”, explica a Assistente Social Joicy Pimenta.

De acordo com o diretor administrativo do Hemocentro, no início do ano, com a férias, é comum que a quantidade de doadores diminua, mas o inverso acontece com a demanda. “Nos meses de férias, a pessoas estão mais propícias a pegarem estrada, se embriagam e  consequentemente sofrerem mais acidentes”, disse Arione. Outro objetivo da campanha é preparar o banco de sangue no Hemocentro para o feriado de Carnaval com um total mínimo de 800 até mil bolsas.

“Sangues de maior dificuldade são os negativos, sendo que o (O-) é o mais raro, pois ele doa para todos mas e só recebe (O-)”, disse. Segundo informações do diretor administrativo do Hemocentro de Goiás, homens entre 25 e 35 anos, são os que mais doam, e é preciso vencer o paradigma feminino: em razão da menstruação,  mulheres costumam temer doar sangue por acreditarem que vão perder mais sangue.

Como é feita a doação

Doar sangue é um processo simples no qual o doador tem o material coletado para a disponibilização do mesmo em um banco de coleta para uso subsequente em uma transfusão. “Tal iniciativa salva vidas. Além de ajudar o próximo, ser um gesto de amor, receber uma bateria de exames de forma gratuita, o voluntário de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tem direito de folgar no mesmo dia da doação”, explica Arione.

O voluntário passa pela triagem hematológica, a qual se verifica os sinais vitais e hemoglobina/hematócrito. Já na triagem clínica acontece uma avaliação  completada pela entrevista individual, confidencial e sigilosa. “O candidato deve estar consciente de que não deve esconder doenças que já teve ou aspectos de seu comportamento sexual. A sinceridade neste momento é fundamental” orienta Arione.

O tempo de coleta de sangue dura em torno de cinco a 15 minutos e todo o processo por volta de 30 a 40 minutos. De acordo com a legislação vigente, todas as bolsas de sangue coletadas devem ser, obrigatoriamente, submetidas a testes laboratoriais, a fim de garantir a eficácia terapêutica e a segurança da futura doação. A expectativa do hemocentro é que em média 100 doadores participem da ação.

Para ser doador de sangue o voluntário precisa portar documento de identificação oficial com foto, além estar em boas condições de saúde e preencher os requisitos listados abaixo.

Condições básicas para doar sangue

• Estar em boas condições de saúde.

• Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, precisam de autorização).

• Pesar no mínimo 50 kg.

• Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

• Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).

• Apresentar documento com foto emitido por órgão oficial.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *