quarta-feira, agosto 21, 2019
Início > Geral > Homem rompe noivado e mantém organização da festa para se casar com outra

Homem rompe noivado e mantém organização da festa para se casar com outra

Em sentença do juiz Carlos Magno Rocha da Silva, da 14ª Vara Cível de Goiânia, um rapaz, que não teve seu nome divulgado, terá de indenizar a ex-noiva em R$ 1.620, por ter sido desleal ao romper o casamento e ter contraído núpcias dois meses depois com outra mulher.

A moça disse que o rapaz adiou o casamento duas vezes alegando estar endividado. Em 2012, já com tudo pronto para a cerimônia, ele passou a demonstrar total desinteresse pela união e, dois meses depois da despedida de solteiro, ele se casou com outra. A autora alega que o comportamento do rapaz feriu sua dignidade, respeito e honra. Disse que o ex-noivo casou-se com outra, utilizando-se do mesmo espaço que ela tinha alugado, mudando apenas a noiva. Por este salão de eventos ela pagou R$ 1.620.

O ex-noivo sustentou que o rompimento de um casamento pode ser desfeito a qualquer momento, e que “gastou muito mais que a ex-noiva, pois sua capacidade financeira é maior”.

Para o juiz , o rompimento do casamento não constitui motivo para processo e indenização por danos morais e materiais. Porém, salientou que o autor passou a adiar a data do casamento buscando várias justificativas, embora continuasse incentivando a mulher a assumir gastos com a reforma da casa onde morariam, além das despesas da cerimônia.

Para ele, está claro que a decisão do rapaz em não se casar com a mulher foi calculada intencionalmente para tirar proveito econômico da situação. Com a ajuda dela,  o homem reformou uma casa que supostamente seria usada para moradia do casal. Neste local ele mora hoje com a atual esposa.

A vítima do golpe não conseguiu provar todos os gastos, como o direito de duas bancas na Feira da Lua, a reforma da casa, vestidos de noiva e damas de honra, convites, chá de panela, entre outros. Restou demonstrado somente o valor do aluguel de um salão em uma churrascaria.

Fonte: Mais Goiás

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *