segunda-feira, outubro 21, 2019
Início > Saúde > Hospital da UnB faz ação para ampliar número de doadores de sangue

Hospital da UnB faz ação para ampliar número de doadores de sangue

Hospital precisa repor o estoque de sangue que ‘empresta’ do Hemocentro. Para participar, é preciso agendar atendimento pelos telefones da fundação.

O Hospital Universitário de Brasília promove até o dia 30 de setembro uma campanha para ampliar o número de doações de sangue em nome da instituição. Por mês, o HUB realiza cerca de 300 transfusões. O sangue utilizado nos procedimentos vem do Hemocentro. A ideia da campanha é repor o estoque e incentivar mais doadores.

Para participar, é necessário agendar atendimento pelo telefone 160, opção 2. Grupos de doadores podem também fazer o agendamento por meio do WhatsApp, pelo telefone (61) 99136-2495. O Hemocentro funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 18h, na Asa Norte. O voluntário deve informar que a doação é em nome do Hospital Universitário.

De acordo com o HUB, é preciso repor as reservas usadas, enviando ao Hemocentro um doador para cada bolsa de sangue consumida por seus pacientes. O número de voluntários, no entanto, não chega a 50% do ideal, segundo o hospital. Qualquer tipo sanguíneo pode ser doado para a campanha.

Para doar, é preciso ter mais de 50 kg e ter pelo menos 16 anos. Também fazem parte dos requisitos para a doação estar em bom estado de saúde; apresentar um documento de identificação oficial com foto; ter se alimentado normalmente (cortando apenas alimentos gordurosos como leite integral e frituras), não ingerir bebida alcoólica; não praticar atividade física nas 12 horas anteriores e evitar fumar duas horas antes.

O Hemocentro afirma que todos os tipos de sangue são bem-vindos. Os negativos (A-; B-; AB-; O-), diz, são mais raros, especialmente o O negativo, considerado doador universal. Já o tipo O positivo corresponde ao de mais de 40% da população. Os pacientes que mais necessitam das doações são os que passaram por transplantes, possuem doença sanguínea, sofreram acidente ou estão em tratamento contra o câncer.

Publicado originalmente por: G1

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *