segunda-feira, outubro 21, 2019
Início > Saúde > Lago Paranoá apresenta aumento de cianobactérias

Lago Paranoá apresenta aumento de cianobactérias

A Adasa (Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal) e o Ibram (Instituto Brasília Ambiental) recomendam aos cidadãos que não tomem banho nem pesquem no Lago Paranoá entre a L4 e as quadra 4,6 e 8 do Lago Sul, pois foi constatada a presença de cianobactérias nesse trecho.

 

As cianobactérias não são consideradas bactérias comuns. Podendo produzir gosto e odor desagradáveis, além de liberar toxinas na água gerando um desequilíbrio em ecossistemas aquáticos.

 

Sem saber o motivo do aumento das cianobactérias no trecho, a Adasa e o Ibram continuarão investigando, e estudando o porquê desses níveis continuarem normais em pontos próximos.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *