segunda-feira, setembro 24, 2018
Início > Política > Maguito admite aliança entre José Eliton e Daniel Vilela nas eleições para o Governo de Goiás

Maguito admite aliança entre José Eliton e Daniel Vilela nas eleições para o Governo de Goiás

O ex-governador Maguito Vilela (MDB) admitiu nesta sexta-feira, em entrevista à rádio Sagres 730, que seu partido considera possível uma aliança entre o governador José Eliton e o deputado federal emedebista Daniel Vilela, nas eleições deste ano para o Governo de Goiás. Pai de Daniel, Maguito defendeu que as duas legendas intensifiquem as conversações acerca da composição, o que afeta diretamente as articulações do senador Ronaldo Caiado, pré-candidato do DEM ao Palácio das Esmerladas, de unir democratas e emedebistas.

“(A conversa entre o MDB e o PSDB em Goiás) tem que acontecer. Eu não vejo motivo nenhum pra não acontecer. Toda aliança ela é saudável. Agora, é lógico que existe uma rivalidade grande aqui em Goiás. Mas eu acho que ela já foi maior no passado. Então, há ambiente pra conversar, sim”, disse Maguito na entrevista à Sagres 730. “Nós vamos conversar. E temos que conversar. Eu acho que a política ela tem de ser muito bem trabalhada para favorecer o povo e o país. Se isso for melhor para o país, para o povo e para Goiás, nós temos que conversar. Por que não?”, afirmou Maguito, acrescentando que o MDB sempre foi ponto de equilíbrio no Brasil, “sempre ajudou na governabilidade, dos governos do PSDB, nos governos do PT”.

Maguito reiterou na entrevista, quando questionado sobre a rivalidade histórica entre PSDB e MDB, que “há ambiente para conversar, sim” e que Daniel sempre fez “uma oposição construtiva” aos governos do PSDB no Estado. “Os candidatos é que vão dar o tom da conversa”. Para ele, Daniel não faz “uma oposição raivosa, não faz oposição antidemocrática. A oposição dele é construtiva, ela é democrática, ela é republicana”, observando, em seguida, que o governo de Goiás hoje está com o PSDB, “mas já esteve com o PMDB no passado. Então, eu não vejo motivo nenhum para discriminar um ou outro”.

“Eu tenho dito que enquanto os políticos não entenderem que precisam estar pensando principalmente no povo e no país, antes de pensar nos problemas partidários, enquanto os políticos não entenderem isso, a política vai ficar onde está, no fundo do poço”, disse Maguito. “No dia em que os políticos entenderem que precisam conversar, que precisam buscar caminhos para resolver os problemas do povo, aí a política vai ser mais respeitada. Porque nós somos políticos é pra resolver problemas, não é para criar problemas”, afirmou o ex-governador, que foi também deputado federal, senador e prefeito duas vezes de Aparecida de Goiânia pelo MDB.

“É lógico que o MDB precisa buscar as alianças pra criar musculatura para o seu próprio fortalecimento. Mas essas alianças estão em curso. Ninguém definiu ainda”, assegurando que elas estão em discussão. “Já temos muitas conversas adiantadas e as alianças vão surgir. Só que vão surgir no momento certo, porque a esmagadora maioria dos partidos está na base do governo e é lógico que os partidos têm dificuldade de sair dessa base. Mas isso chega a um ponto que os partidos vão ficar livres pra poder fazer as suas alianças”, definiu Maguito.

Fonte: Mais Goiás

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *