domingo, outubro 20, 2019
Início > Cidades > MP-GO recebeu 506 denúncias de 17 estados e seis países contra João de Deus

MP-GO recebeu 506 denúncias de 17 estados e seis países contra João de Deus

Até o final da tarde desta segunda-feira (17), 506 denúncias de 17 estados brasileiros e de seis países contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, foram feitas para a força-tarefa criada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) para apurar o caso. As denúncias podem ser feitas por um e-mail criado especificamente para esse fim: denuncias@mpgo.mp.br,

As denúncias vieram do Ceará, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Pará, Santa Catarina, Piauí e Maranhão. Existem ainda relatos da Alemanha, Austrália, Bélgica, Bolívia, Estados Unidos e Suíça.

A força-tarefa foi criada no dia 10 de dezembro e agora é composta por seis promotores de justiça, duas psicólogas e uma delegada da Polícia Civil. Após o recolhimento das informações, a equipe irá ouvir todas as mulheres que relataram casos de abuso sexual contra o médium.

Com o objetivo de receber as informações de outros estados, o MP-GO solicitou aos procuradores gerais de justiça de todos os estados e do Distrito Federal que sejam criadas unidades de atendimento para colheita de depoimentos. A solicitação foi feita através de um ofício circular encaminhado no dia 11 de dezembro.

Entenda o caso

O caso de João de Deus ganhou repercussão nacional depois que ao menos 13 mulheres acusaram o médium de tê-las abusado sexualmente durante tratamento espiritual.

As denúncias foram feitas no sábado (08), no programa Conversa com Bial e no jornal O Globo. No domingo (09), O MP-GO informou que já havia investigações abertas ao menos desde junho deste ano para apurar as suspeitas.

O médium se entregou à polícia no último domingo (16). Ele prestou um depoimento de três horas na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Goiânia, negando ter cometido abusos contra fiéis.

Por: Mais Goiás

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *