domingo, abril 21, 2019
Início > Política > MPC apura cancelamento de empenhos que prejudicaram o Bolsa Universitária na gestão de José Eliton

MPC apura cancelamento de empenhos que prejudicaram o Bolsa Universitária na gestão de José Eliton

Um inquérito civil público foi instaurado nesta terça-feira (9) para apurar atividade de suplementação orçamentária mediante o cancelamento de empenhos que prejudicaram o pagamento do programa Bolsa Universitária, na gestão de José Eliton (PSDB). Segundo o processo, o ex-governador teria criado uma situação na qual a obrigação financeira permaneça sem que haja dinheiro em caixa, o que está em desacordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).  A ação foi protocolada pela 57º Promotoria de Justiça de Goiânia após representação feita pelo Ministério Público de Contas do Estado Goiás.

Ainda de acordo com a representação, o tucano teria aberto um crédito suplementar em favor do Fundo Financeiro do Regime Próprio de Previdência do Servidor no valor de R$ 9,5 milhões, dois em favor da Secretaria da Fazenda que contabilizam R$ 255.018.541,68, e outro em favor do Tribunal de Contas do Estado de Goiás, no valor de R$ 16 milhões.

Em decorrência da abertura de créditos suplementares, foi necessário o cancelamento de quatro pagamentos do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege Goiás), mais especificamente na ação Bolsa Universitária, da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). O valor do atraso é de R$ 43.518.243,70. Além disso, houve anulação de liquidação e de empenhos que somaram o valor de R$ 46.383.507,82, sendo a credora a OVG.

O MP de Contas questiona tanto o cancelamento quanto a anulação das dotações, uma vez que a legislação determina que o chefe do Poder Executivo não possui liberdade para praticar tais atos para fazer frente a outras despesas, sobretudo por não se tratar de uma inviabilidade financeira, mas, sim, orçamentária. Caso seja comprovada, a prática pode ser enquadrada como ato de improbidade administrativa.

Apesar das tentativas, o Mais Goiás não conseguiu contatat a defesa de José Eliton ou o próprio ex-governador. Caso estes queiram se manifestar, este portal garantirá a publicação de seus lados da história.

Por: Mais Goiás

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *