domingo, outubro 20, 2019
Início > Política > “NINGUÉM TIRA LEGITIMIDADE QUE O VOTO ME DEU”

“NINGUÉM TIRA LEGITIMIDADE QUE O VOTO ME DEU”

 

  Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de entrega de 747 unidades habitacionais dos Residenciais Pérola VI e VII e Ajuricaba, do Programa Minha Casa Minha Vida. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

 Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de entrega de 747 unidades habitacionais dos Residenciais Pérola VI e VII e Ajuricaba, do Programa Minha Casa Minha Vida. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidente Dilma Rousseff volta a mandar recado para a oposição, que tenta tirá-la do poder, ao afirmar nesta sexta-feira ser uma pessoa que aguenta “pressão” e “ameaça” e assegurar que ninguém vai retirar a legitimidade dos votos que recebeu da população; “Esse país é uma democracia e uma democracia respeita, sobretudo, uma coisa: a eleição direta pelo voto popular. Sei o que é viver numa ditadura. Por isso, respeito a democracia e o voto. Podem ter certeza que honrarei o voto que me deram”, disse; “Ninguém vai tirar a legitimidade que o voto me deu”, acrescentou a presidente; durante entrega de casas em Boa Vista, Roraima, Dilma também se comprometeu a garantir a estabilidade política nos próximos anos

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira 7 que ninguém vai retirar a legitimidade dos votos que recebeu da população, e se comprometeu a garantir a estabilidade política nos próximos anos de seu mandato.

Em discurso firme em reação à atual crise política que enfrenta, a presidente disse ser uma pessoa que aguenta “pressão” e “ameaça”, durante evento de entrega de residências do programa Minha Casa, Minha Vida em Boa Vista (RR). A declaração reforça o discurso do programa partidário do PT exibido ontem, em que Dilma disse saber suportar “pressões e injustiças”.

“Esse país é uma democracia e uma democracia respeita, sobretudo, uma coisa: a eleição direta pelo voto popular. Sei o que é viver numa ditadura. Por isso, respeito a democracia e o voto. Podem ter certeza que honrarei o voto que me deram”, discursou Dilma em Roraima.

“Ninguém vai tirar a legitimidade que o voto me deu”, acrescentou a presidente. As declarações também são uma respostas às manifestações agendadas para o próximo dia 16 que pedirão o impeachment.

Com informações da Reuters

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *