terça-feira, junho 25, 2019
Início > Educação > No Dia Nacional do Livro, bibliotecas em Goiânia comemoram a data em meio ao descaso

No Dia Nacional do Livro, bibliotecas em Goiânia comemoram a data em meio ao descaso

Nesta segunda-feira (29) é comemorado o Dia Nacional do Livro e, apesar de muitas pessoas acreditarem que, com a modernidade, ele se tornaria obsoleto, o livro continua muito atual, seja na versão digital ou física. Contudo, os espaços públicos que deveriam fomentar o acesso à leitura e ao estudo estão abandonados na capital. É por isso que o Mais Goiás começa, a partir de hoje, com uma série de reportagens sobre as bibliotecas da capital e a primeira delas é a Biblioteca Pública Municipal Marieta Telles Machado.

Localizada na Praça Universitária, a Marieta Telles Machado funciona desde 1942 como Biblioteca do Estado de Goiás, mas, em 1949, ela foi entregue à Prefeitura e se transformou em Biblioteca Municipal de Goiânia. Ela está num complexo esquecido pelo poder público, como já mostrado em reportagem sobre o abandono do 1º andar do espaço, o Palácio da Cultura, que foi drepredado por usuários de drogas.

Segundo a diretora da Biblioteca Marieta Telles Machado, Márcia Lourencetti, o local já foi alvo de vários assaltos. “Desde 2015, foram cerca de doze roubos, sendo o último em setembro”, contou. Desde então, o espaço conta com guardas municipais no período noturno.

(Foto: Juliana França/Mais Goiás)

Márcia explica que uma reforma no espaço é necessária para trocar as janelas quebradas e os reatores queimados. Segundo ela, a má iluminação prejudica os usuários. “O projeto vai reformar não só a biblioteca, mas toda a Praça universitária. Vai reformar a estrutura do prédio, a parte elétrica e a parte hidráulica, serão muitas melhorias para a biblioteca”, contou a diretora, que disse não ter informações sobre quando o projeto deve ser colocado em prática.

A diretora explicou também que o acervo da biblioteca não está atualizado. “A última compra foi em 2013, com o programa Municipal Livro de Baixo Custo, mas a gente recebe muitas doações de livros mais atualizados. São cerca de 29 mil títulos cadastrados, sendo que cada título contém entre dois a quatro exemplares”.

O novo projeto da biblioteca a transformará em um local de lazer, onde as pessoas podem pegar livros e encontrar amigos. “Na parte de baixo do prédio funciona a biblioteca e na parte de cima futuramente será uma sala de exposição, mas por enquanto, estamos aguardando o projeto de revitalização”.

Ela acredita que a reforma deve promover um espaço mais agradável ao público e com isso atrair mais pessoas. “Apesar dos problemas, nós estamos funcionando e atendendo todos que precisam. A biblioteca é para todos”, garantiu.

Por nota, a Prefeitura de Goiânia informou que a biblioteca será reformada junto com a revitalização da Praça Universitária. “A Prefeitura já tem o projeto pronto e aguarda a finalização dos projetos complementares para abrir licitação para as obras”, diz o texto. A previsão é de que até o final do ano o processo licitatório seja aberto.

(Foto: Juliana França/Mais Goiás)

Ponto de educação e cultura

Assim como os livros, as bibliotecas também são muito importantes para as pessoas que buscam conhecimento e informação. Mas, para Andréa Pereira dos Santos, professora do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás (UFG), o que se percebe é um descaso com esses espaços. “Esse descaso é tanto com relação à estrutura física, por falta de reformas, tanto com relação ao acervo, por falta, muitas vezes, de investimento”, explicou a professora.

Outro ponto abordado pela professora é a sociabilidade que o espaço físico possibilita aos indivíduos. “As bibliotecas não são apenas um lugar de preservação de material, mas um espaço de encontro de culturas”, disse Andréa.

Para a professora, a biblioteca é também um espaço de formação e de produção de conhecimento. “O que se espera é que os estudantes aprendam a pesquisar e acessar as informações de forma ética. É importante que eles saibam interpretar essa informação e transformá-la em novos conhecimentos”.

Fonte: Mais Goias

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *