sexta-feira, julho 19, 2019
Início > Cultura > O Sundance vai começar! Festival reúne filmes para além de Hollywood

O Sundance vai começar! Festival reúne filmes para além de Hollywood

Utah (EUA) — Amanhã começa o Festival de Sundance — o maior e mais importante festival de cinema independente do mundo. Durante 11 dias, a indústria do cinema independente estadunidense e mundial se reunirá em Park City, Utah, nos Estados Unidos, para uma maratona de filmes, encontros, seminários e muito debate sobre cinema

A importância do festival é tamanha que o Correio, em parceria com o blog Razão de Aspecto, o Cinem(ação), Cine Drive Out, o Conacine, e o Pós-Créditos formaram o Conexão Sundance — um grupo de blogs, canais e veículos de imprensa dedicados à cultura que fará a cobertura completa do festival.

Não interprete equivocadamente o termo “independente”. Sundance não é um festival de filmes incompreensíveis e herméticos, para público minúsculo.

Nos Estados Unidos, filmes independentes são aqueles produzidos fora de Hollywood, portanto, não submetidos aos mesmos parâmetros dos estúdios.

Mesmo com orçamento menor, grande parte das produções selecionadas pelo festival tem orçamento de milhões de dólares. Um filme independente em Sundance, por vezes, custa mais do que algumas superproduções de outros países. O vencedor de 2016, O nascimento de uma nação, teve orçamento de US$ 10 milhões e resultou na maior compra já realizada em Sundance: US$ 17,5 milhões pagos pela FOX.

Para além da indústria do cinema, Sundance tem o mérito de privilegiar a diversidade de gênero cinematográfico, com mostras competitivas para documentários, dramas, filmes de terror e curtas; de origem geográfica; de temas, com produções sobre as mais variadas questões sociais, políticas e subjetivas; de gênero, raça e crença, com filmes e seminários que abordam homossexualidade, racismo e religião, sem que esses temas sejam necessariamente contraditórios.

Sundance é um evento que prova como é possível conviver com as diferenças culturais, sociais, étnicas e religiosas de forma tolerante. Não se poderia esperar nada diferente de um festival cujo patrono é Robert Redford.

Al Gore

 

Originalmente por: Correio braziliense

 

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *