sexta-feira, agosto 23, 2019
Início > Economia > Prefeitura recebe R$ 7 milhões para reparos emergenciais em 17 pontos da Marginal Botafogo

Prefeitura recebe R$ 7 milhões para reparos emergenciais em 17 pontos da Marginal Botafogo

A Prefeitura de Goiânia recebeu R$ 7 milhões para realizar reparos emergenciais em 17 pontos em situação crítica na Marginal Botafogo. O recurso, que veio do Ministério de Integração Nacional, foi liberado após um relatório da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) apontar a necessidade das obras no local.

Segundo o diretor de projetos Seinfra, Antônio Capuzzo, esses pontos estão distribuídos ao longo de toda a Marginal e que as obras devam durar cerca de quatro meses. “A Defesa Civil nacional foi no local e alegou que tem lugares que são mais críticos que outros, mas que todos merecem atenção em igualdade e não somente um ponto específico. Toda a extensão passará por reforma para que a trafegabilidade do local não seja prejudicada”, destaca.

Segundo o diretor, a principal atenção é no canal do Córrego Botafogo, que deve ter suas paredes reforçadas. Mas as ações em cada ponto dependerá da situação do local. “O canal é o coração da Marginal. O trabalho realizado ajudará em relação de infiltrações no local. A Marginal conta com uma parede de boa vida, mas que merece ser reforçada. Cada caso é um caso. O uso do gabião ou concreto armado vai depender do que será mais útil para cessar a gravidade no local”, explica.

Durante esses trabalhos, o diretor afirma que todo o projeto caminhará para que o tráfego da região sofra menos impacto possível e que uma faixa da via sempre ficará disponível. Porém, ele ressalta que, se houver necessidade, o determinado trecho será totalmente bloqueado. “Sabemos que o trânsito na região é bem complicado, mas não podemos colocar a segurança da população em risco pelas obras. Já ocorre um plano de ação que bloqueia a passagem de caminhões e ônibus e redução de velocidade, mas pode ser que ocorra interdição”, aponta.

Mais obras em 2019

Para reestruturação completa da Marginal Botafogo, diretor afirma que uma empresa especializada ficará a cargo de realizar um diagnóstico para que levante todos os pontos necessários para a liberação do recurso de R$ 35 milhões necessários. Essa licitação será realizada na segunda semana de abril, de acordo com Antônio.

“A partir daí, a empresa irá realizar um trabalho em campo. Esse diagnóstico deve ficar pronto em um ano e ajudará, a partir de todas as diretrizes pautadas, a montagem do novo projeto que cumpra todos os tópicos necessários. Ainda tudo é muito prematuro, mas queremos que essas obras se iniciem em 2019, após liberação da verba”, relembra.

Fonte: Mais Goiás

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *