domingo, outubro 20, 2019
Início > Geral > Projeto que promove a reflexão sobre a relação entre Goiânia e seus habitantes chega ao Setor Campinas

Projeto que promove a reflexão sobre a relação entre Goiânia e seus habitantes chega ao Setor Campinas

Nos dias 26 e 27 de maio, em Goiânia, ocorre mais uma edição da Deriva do Bem, evento que reúne pessoas para observar a cidade onde moram e refletir sobre ela e a respeito do que se quer dela. Trata-se de despertar na população o sentimento de pertencer ao espaço no qual se vive.

Este é o sétimo ano da Deriva, que agora chega à região mais antiga da capital: o Setor Campinas. As atividades começam às 20 horas da sexta-feira, 26, com um bate-papo no auditório da Vila Cultural Cora Coralina, ao lado do Teatro Goiânia, no Setor Central. O diálogo tem a intenção de ouvir o que as pessoas acham da cidade e debater temas a ela relacionados, como a importância de se sentir pertencente ao espaço urbano.

Os convidados para o bate-papo deste ano são: a comerciante e moradora do Setor Campinas Rose Mary de Camargos Lourenço, a arquiteta Jhersyka Cardoso e os arquitetos e urbanistas Rodolpho Furtado e Pedro Dultra Britto, que também é professor da Faculdade de Artes Visuais (FAV) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Já no sábado, 27, o ponto de encontro é na Praça da Matriz de Campinas. A caminhada começa às 9 horas. Para participar, basta levar dois litros de leite longa vida, pois a Deriva doa todo o material recolhido para instituições de caridade da capital.

O projeto nasceu em 2009, como disciplina optativa na Universidade Estadual de Goiás (UEG), mas só ganhou as ruas no ano seguinte, quando Bráulio Vinícius Ferreira, arquiteto e urbanista que o idealizou, resolveu reunir amigos e alunos para andar e fotografar o Centro de Goiânia.

Desde então, todos os anos, a Deriva leva pessoas para praticar esse exercício tão importante que é observar o local onde moram. “O objetivo da Deriva”, diz Ferreira, “é encontrar pessoas para pensar e conversar sobre a cidade e, assim, reconhecer a própria cidade”.

A Deriva é, portanto, um grande encontro para fazer “emergir do asfalto questões fundamentais, como: Onde vivemos? Como vivemos? Como gostaríamos de viver? Como podemos ser agentes ativos na construção desse ambiente?”, relata Ferreira.

Além disso, como projeto de extensão da UFG, universidade na qual Bráulio Ferreira é professor e atual diretor da FAV, a Deriva garante aos interessados certificado de participação.

Cidade de Goiás

A Deriva do Bem começou em Goiânia, mas já expandiu seus horizontes. Tanto que este é o terceiro ano em que o encontro é realizado na capital goiana no primeiro semestre e segue, no segundo, com uma edição na cidade de Goiás – a deste ano deve ocorrer nos dias 24 e 25 de novembro.

Venha observar a cidade onde mora. Junte-se a nós na Deriva do Bem 2017.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *