sexta-feira, agosto 23, 2019
Início > Política > Propina de Renan ultrapassou 3%, diz delator da lava jato

Propina de Renan ultrapassou 3%, diz delator da lava jato

Renan Calheiros (PMDB-AL) ao afirmar que não tem nada a ver com o esquema da Petrobras
Renan Calheiros (PMDB-AL) ao afirmar que não tem nada a ver com o esquema da Petrobras

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou, em sua delação premiada, que o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recebeu propina em contratos da Diretoria de Abastecimento e que, na prática, os pagamentos ao peemedebista “furaram” o teto de 3% estabelecido como limite dos repasses a políticos no esquema de cartel e corrupção desbaratado pela Operação Lava Jato.

O esquema desbaratado a partir de março de 2014 envolvia o loteamento de diretorias da Petrobras pelo PT, PMDB e PP. Por meio delas, eram arrecadados entre 1% e 3% de propina em grandes contratos Segundo Costa, a propina excedeu os 3% para que “fosse incluído um valor para Renan”.

“Não tenho absolutamente nada a ver com isso”, diz Renan Calheiros sobre Lava Jato

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *