quarta-feira, outubro 23, 2019
Início > Geral > Secretaria da Criança lança campanha para proteção infantil no carnaval

Secretaria da Criança lança campanha para proteção infantil no carnaval

Mobilização será na quinta-feira (4), às 14 horas, na Estação Praça do Relógio, em Taguatinga
Da Agência Brasília, com informações da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude

A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, em parceria com a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), lança, às 14 horas de quinta-feira (4), a campanha de proteção a crianças e adolescentes para o carnaval 2016. Será na Estação Praça do Relógio, em Taguatinga.

Neste ano, o Distrito Federal se une à Campanha Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual de Crianças e Adolescentes no Carnaval — promovida anualmente pela Secretaria de Direitos Humanos do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos — com o lema: Não desvie o olhar. Fique atento. Denuncie. Proteja nossas crianças e adolescentes da violência.

“Brincar é direito de toda criança e adolescente, e brincar o carnaval, uma festa popular tão tradicional no Brasil, faz parte disso, mas precisamos sempre nos lembrar de protegê-los de qualquer tipo de exploração”, alerta o secretário da Criança, Aurélio Araújo.

O principal objetivo da ação é conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir e denunciar casos de violação de direitos neste período de festas. O Disque 100 e a Coordenação de Denúncias de Violações dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria da Criança são canais de acolhimento de denúncias.

Negligência
O Disque 100 registrou, em 2015, 2.118 ligações sobre abusos que envolvem crianças e adolescentes no DF. Cada caso registrado pode ter mais de um tipo de violação. No Brasil, foram 153.962 denúncias, sendo que a maior parte diz respeito à negligência (38,04%).

Em relação ao perfil, o levantamento da SDH mostra que, na maioria, as crianças e os adolescentes que sofreram algum tipo de violência são meninas (54%), de 4 a 11 anos (40%) e negras/pardas (57,5%).

Identificação
Neste carnaval, a Secretaria da Criança providenciou a carteira de identidade infantil. Ela traz o nome e a idade da criança, dos responsáveis e telefones de contato. Está disponível para download no site da secretaria.

 

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *