domingo, outubro 20, 2019
Início > Geral > Senador busca solução para dívida da Santa Casa

Senador busca solução para dívida da Santa Casa

O Senador da República, Vanderlan Cardoso (PP), esteve em Anápolis na manhã desta terça-feira, 08/10. Ele se reuniu com lideranças políticas e concedeu entrevistas à imprensa local, tratando de vários assuntos. O parlamentar estava acompanhado do empresário da construção civil, Arnaldo de Pina, e do Deputado Estadual, Coronel Adailton.

Questionado a respeito da destinação de emendas para o Município, Vanderlan Cardoso lembrou que há poucos dias esteve conversando com o Prefeito Roberto Naves (sem partido) e com vários segmentos da comunidade, com o objetivo de conhecer as demandas, a fim de dar um direcionamento melhor às emendas, que podem ser de bancada (agora, de caráter impositivas) e individuais.

O Senador pontuou que destinou R$ 1 milhão para a Santa Casa de Misericórdia. E, segundo informou, está em tratativas com a direção da Caixa Econômica Federal para tratar da dívida que a Santa Casa de Anápolis e outras santas casas de Goiás e do País têm junto à instituição, pagando juros exorbitantes.

Fazendo um paralelo, Vander Cardoso citou o caso da Odebrecht, que está em recuperação judicial e tem uma dívida bilionária e paga juros entre 2,5% e 3%, enquanto as santas casas, que fazem um trabalho importante e recebem pela tabela do Sistema Único de Saúde – que é bastante defasada – pagam juros na casa de 23%.

“Para se ter uma ideia, a Santa Casa fez um empréstimo de R$ 40 milhões e foi pago R$ 16 milhões em dois anos e meio e ela ainda deve R$ 39 milhões. A conta não fecha, não vai fechar nunca”, frisou, acrescentando que o pagamento é descontado do repasse que as instituições têm do SUS.

De acordo com Vanderlan Cardoso, a intenção é num primeiro momento é baixar esse juro para o patamar de 11,5% e chegar até 9%, um patamar que ainda considera alto, mas que já daria uma folga de caixa à Santa Casa na ordem de, pelo menos, R$ 400 mil mês para investir no pagamento de médicos, enfermeiros e nos serviços prestados.

Previdência

Vanderlan Cardoso também falou sobre a reforma da Previdência Social. O Senador assinala que a reforma é importante, porque vai gerar ao sistema uma economia na ordem de R$ 800 bilhões e R$ 1 trilhão. Porém, ele defende que é preciso ir mais além e debater a questão da dívida pública brasileira. “Só nos últimos dez anos, nós pagamos R$ 800 bilhões de juros da dívida, é uma reforma da Previdência”, sublinhou, observando que somado os juros e a rolagem, hoje, a dívida é de aproximadamente R$ 1,4 trilhão. “Somos escravos dessa dívida”, arrematou.

Política

O Senador falou também de política e, particularmente, sobre a possibilidade de o empresário Arnaldo de Pina se filiar ao PP visando participar do pleito eleitoral de 2020. Vanderlan Cardoso destacou que esse convite já foi feito pelo presidente regional do partido, o ex-Deputado e ex-Ministro Alexandre Baldy e que, de sua parte, gostaria muito de ver o empresário como candidato.

“Estou na mão de Deus”, disse o empresário Arnaldo de Pina, reafirmando que pessoalmente tem interesse em participar do processo político, mas que isso também passa por uma decisão familiar.

Por: Contexto

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *