quinta-feira, junho 20, 2019
Início > Saúde > Sibutramina e outros emagrecedores podem voltar a ser vendidos no Brasil

Sibutramina e outros emagrecedores podem voltar a ser vendidos no Brasil

Marcello Casal Jr/ABr
Se projeto for aprovado pelo Senado, medicamentos deverão ser vendidos como tarja preta
A CMA (Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle) do Senado aprovou nesta terça-feira (16) um projeto de lei que autoriza a produção e venda de remédios para emagrecer que contenham as substâncias sibutramina, anfepramona, femproporex e mazindol. O texto segue para avaliação no plenário do Senado.
Segundo emenda apresentada ao projeto, os medicamentos com essas substância deverão ser classificados como de “tarja preta” e a compra só poderá ser feita mediante a apresentação de uma receita médica especial, que ficará retida com o farmacêutico.
Saiba quais riscos a sibutramina oferece
A comercialização desse tipo de medicamento já estava regulamentada no Brasil por uma resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que definia normas como a retenção de receita, a assinatura de um termo de responsabilidade pelo médico e de um termo de consentimento pelo paciente.
O projeto, no entanto, foi apresentado pelo deputado Felipe Bornier (PSD-RJ) para garantir em lei a permissão de comercialização dos inibidores de apetite e evitar que a agência volte a retirar os produtos do mercado, como ocorreu em 2011, quando a Anvisa proibiu o uso das substâncias.
Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *