quarta-feira, outubro 23, 2019
Início > Geral > Sindepol deve abrir processo contra corregedoria da Polícia Militar

Sindepol deve abrir processo contra corregedoria da Polícia Militar

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás (Sindepol) deliberou em reunião com a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás (Adpego) na tarde desta quinta-feira (26) que deve acionar a justiça contra a corregedoria da Polícia Militar (PM). A ação é consequência de um documento enviado pelo corregedor à Polícia Civil (PC), que nega à mesma as armas de policiais militares para serem periciadas em caso de morte em campo.

A presidente do Sindepol, Silvana Nunes Ferreira, informou que há o início de uma crise institucional entre a PM e a PC. “O corregedor da PM está se negando a enviar as armas de fogo dos policiais que agiram nesses casos de morte em confronto aos delegados da Homicídios, sobre o argumento de que não caberia à PC essas investigações. Completamente equivocado esse intendimento, no sentindo de que a lei é clara quanto à atuação da PC”, argumenta.

Neste sentido, ficou deliberado em reunião que o sindicato vai entrar na justiça contra a corregedoria. Silvana argumenta que tanto o Ministério Público (MP) como a Procuradoria Geral do Estado (PGE) já se posicionaram favoráveis à participação da Polícia Civil nas investigações de casos em que a ação policial resulta em confrontos e na morte de civis.

A Polícia Militar não se manifestou sobre o caso.

TCO

A reunião deliberou também sobre a lavratura de Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO´s), pela Polícia Militar. O governador José Eliton concretizou essa função à corporação durante evento na última quinta-feira (19).

Silvana esclarece que a Polícia Civil está de acordo com o novo fluxo de expedição dos documentos e deve formalizar um documento em apoio à medida. “A Polícia Civil vai ratificar os TCO’s via sistema e enviar ao poder judiciário. Nós concordamos com esse fluxograma e entendemos a legitimidade desse procedimento desde que ele passe pelo crivo da PC”, finaliza.

Fonte: Mais Goiás

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *