terça-feira, julho 17, 2018
Início > Saúde > Surto de H1N1 está sob controle na Vila São Cottolengo, diz gerente de Vigilância Epidemiológica

Surto de H1N1 está sob controle na Vila São Cottolengo, diz gerente de Vigilância Epidemiológica

O surto de influenza A, causado pelo vírus H1N1, já está sob controle na Vila São José Bento Cottolengo. Foi isso o que afirmou a gerente de Vigilância Epidemiológica do Estado, Magda Maria de Carvalho, durante entrevista coletiva realizada na Centro Administrativo Municipal Prefeito Pedro Pereira, em Trindade, na tarde desta segunda-feira (12).

No domingo (11), interna da Vila São José Bento Cottolengo morreu por complicações decorrentes de contaminação pelo vírus H1N1 no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Esta foi a primeira morte relacionada diretamente com o vírus. Desde que a situação está sendo monitorada, há 13 dias, sete pessoas morreram, mas a infecção delas não foi confirmada.

Segundo a gerente, todos os pacientes estão sendo tratados. Ela confirmou que os que foram diagnosticados com o vírus tinham sido vacinados, mas pondera que a última campanha já tem quase um ano, e que o período de imunidade vai de seis a 12 meses.

Durante a coletiva, o diretor técnico do Hutrin, Dr. Roberto Zonta, informou que será montado na unidade um hospital de campanha para atender possíveis infectados com o vírus. Ele afirma que não há pacientes fora os da Vila São Cottolengo no município identificados e diagnosticados com H1N1.

As doses da vacina contra o vírus A (H1N1) são importadas do laboratório francês Sanofi-Pasteur e dos Estados Unidos, e ainda não chegaram ao Brasil. Por isso, a equipe médica ressaltou a importância da adoção de cuidados para evitar o contágio pelo H1N1, como não frequentar locais fechados e com grande concentração de pessoas, não levar as mãos ao rosto ou à boca e lavá-las com frequência. Assim que as doses chegarem ao país, Goiás terá prioridade na vacinação.

De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde do município, Leonardo Izidório, Trindade possui todos os insumos em estoque, como álcool em gel e máscaras que serão disponibilizados em locais públicos e nas unidades de saúde. Também serão elaborados folders para a população sobre os cuidados para a prevenção do H1N1.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Tumblr
Tumblr
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *